Geral

Descubra como escolher o portão ideal para sua garagem!

Dizem que a primeira impressão é a que fica, e seguindo esse ditado popular, a fachada da sua casa pode dizer muito sobre como ela é por dentro. Além da necessidade de segurança e privacidade da sua família, investir em um portão bonito pode garantir um visual mais harmonioso e passar uma boa impressão para os visitantes.

Na hora da escolha do modelo de portão é necessário analisar, além do nível de segurança desejado, o tipo de abertura, o estilo da construção, o grau de manutenção desejado e o espaço disponível. Mas com tantas opções de modelos de portões de garagem, como escolher qual portão instalar em casa?

Para te ajudar, a Casa do Serralheiro separou algumas dicas e modelos de portões de garagem para você se inspirar!

Modelo pronto x sob medida

Geralmente, modelos prontos tem o custo mais baixo e por serem pronta entrega, o cliente não precisa esperar o processo de produção do portão. Mas em contrapartida, os feitos sob medida podem se adaptar a diferentes estilos e dimensões, sendo possível fazer do jeito que o comprador preferir.

Dimensões do portão

A primeira preocupação deve ser com as dimensões do portão. É preciso analisar o tipo de veículo da residência para que não haja problemas depois que o portão for instalado, o ideal é que ele seja no mínimo 1,5m mais largo que o carro, assim o motorista pode estacionar com tranquilidade.

A altura é outra consideração muito importante. É importante verificar qual a altura necessária para que o portão proporcione a segurança necessária para a residência. Em modelos de portões de garagem, recomenda-se uma altura mínima de 2,4m. Não esqueça de levar em consideração que quanto mais alto o portão, mais pesado ele ficará, sendo necessária uma força maior (manual/motor) para abrir e fechar.

Portão automático

Muito utilizado em garagens por trazer comodidade ao motorista, que não tem que sair do veículo para abrir e fechar o portão. Os modelos automáticos também trazem mais segurança, principalmente se ele costuma ser utilizado em horários com pouco movimento de pessoas na rua. O portão automático geralmente é produzido com chapas do tipo “lambril”, podendo ser lisas ou onduladas.

No caso desse modelo, é recomendado fazer manutenção a cada seis meses para garantir o bom funcionamento, é importante que em todas manutenções aplique-se lubrificante nos rolamentos

Com relação a programação do tempo de abertura e fechamento do portão, isso varia com o seu tamanho. Normalmente adota-se como velocidade padrão 18 segundos, mas há opções de motores mais potentes que conseguem fazer a abertura em até 9 segundos.

Portão de aço

Os portões de aço são os mais indicados pelos arquitetos devido a sua alta resistência e leveza.  Por ser um material de fácil moldagem, é possível fazer o modelo do portão de acordo com o gosto do cliente. Esse tipo de material requer uma limpeza frequente para que fique sempre bem conservado. Uma dica: portões feitos de aço galvanizado duram muito mais por serem resistentes às intempéries e a oxidação.

Esse modelo pode definir o grau de visibilidade tanto da rua quanto da residência. Para quem prefere privacidade total e uma maior segurança, as chapas podem ser colocadas lado a lado (tanto horizontalmente quanto verticalmente), possibilitando o bloqueio total de visão de fora para dentro e de dentro para fora.

Para quem prefere uma maior entrada de iluminação natural na casa e um visual mais leve, outros designs mais “abertos” são uma boa opção. Apesar da desvantagem dos portões vazados de permitir que pessoas mal-intencionadas vejam o que acontece dentro da residência, por outro lado, eles também permitem que quem está do lado de fora da casa perceba o que está acontecendo em caso de invasão.

Portão de ferro

Na verdade, há anos não se produz mais portão de ferro ou ferro fundido. Hoje, pelo fato do aço ser um metal muito mais resistente estruturalmente e ligeiramente mais resistente contra a oxidação, os portões de aço são muito mais utilizados. Porém, algumas pessoas ainda preferem o portão de ferro, que é muito mais pesado que os portões de alumínio.

O ferro também não é um material muito indicado para quem vive no litoral, devido à maresia, pois é vulnerável à corrosão. Apesar de serem mais baratos e muito resistentes a impactos, portões desse material exigem uma manutenção semestral para cuidar das ferrugens e oxidação. Por essa desvantagens, hoje em dia utiliza-se muito mais o aço galvanizado.

Portão de alumínio

O alumínio é um material extremamente leve, perfeito para portões automáticos por não exigir motores de alta potência. Esse tipo de material ainda possui a vantagem de não estarem sujeitos à corrosão, já que o alumínio é um material inoxidável. Pelo fato de ser extremamente leve, os portões de garagem feitos de alumínio são de baixíssima resistência e péssimos em questões térmicas: por ser um ótimo condutor de calor, o portão de alumínio pode deixar a garagem extremamente quente ou extremamente fria, prejudicando o conforto da sua casa.

E aí, gostou das nossas dicas? Na Casa do Serralheiro você encontra todos os materiais necessários para o seu portão de garagem!

Ficou com dúvidas? Converse agora mesmo com um de nossos vendedores especialistas pelo chat.

Leia também: Dicas para escolher um bom serralheiro para o seu projeto!

Voltar para a lista

Posts Relacionados

3 thoughts on “Descubra como escolher o portão ideal para sua garagem!

  1. Aldo Aparecido Nogueira Da Silva disse:

    Boa noite. Gostaria de saber qual o portão melhor, o feito de aço carbono ou o galvanizado.

  2. Sergio Santo disse:

    Boa Noite!
    Eu pretendo trocar o meu portão de ferro na parte interna da casa onde eu tenho um corredor pelo um de alumínio.
    Gostaria de saber qual seria o melhor alumínio que eu poderia colocá-lo nesse corredor.

  3. Jeremias disse:

    O portão automático precisa ser agil em abrir e fechar, pela segurança. Parabens pelo blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.